Team Building

A principal ideia de Team Building está constantemente ligada ao estimulo de espírito de equipa através de diversas atividades. Estas atividades são um importante “mecanismo” capaz de reforçar e desenvolver o conhecimento e coesão entre membros de uma organização.

Pessoas que diariamente trabalham lado a lado, mostram conhecer-se pouco quando postas perante desafios que requerem interação e cooperação mútua, para além da rotina habitual.

A elaboração de um processo articulado e de processos de trabalho integrados, passa pelo enraizamento dos elos sociais e do conhecimento das virtudes e defeitos de cada um. Este objetivo é atingido com maior facilidade numa atividade lúdica fora da empresa, onde predomina um ambiente informal e descontraído.

Além disso, as iniciativas de Team Building contribuem para descomprimir, quebrar o gelo, entusiasmar e motivar, proporcionando um novo alento aos colaboradores, que se reflete na sua produtividade e atitude no trabalho.

Ainda assim, nem todas as ações de Team Building resultam totalmente, pelo facto de não se considerarem regras fundamentais que devem direcionar a conceção e orientação das mesmas. Kris Maher defende, no Wall Street Journal, que existem 3 condições fundamentais para que os jogos e atividades de Team Building sejam bem sucedidos;

– Devem proporcionar mais do que diversão: os conteúdos devem estar relacionados com a realidade dos participantes, para que estes não os considerem uma perda de tempo e os encarem com seriedade, retendo as lições pertinentes;

– Devem ser orientados por especialistas: este é um fator essencial para que a dinâmica de grupo se desenvolva de forma positiva e se retirem dos jogos e atividades todas as lições úteis possíveis, maximizando a aprendizagem do participante;

– Devem ser seguidos de reforços: o que se aprende nos jogos e atividades nem sempre é fácil de transpor para a prática profissional, carecendo de apoio especializado. Acresce que as novas atitudes adquiridas precisam de ser apoiadas, controladas e premiadas, a fim de que, com tempo, sejam progressivamente interiorizadas pelos colaboradores.

As ações de Team Building devem ter um plano fortemente emocional, para que sejam consideradas experiências fantásticas e inesqueciveis. Isso ajuda a motivar os participantes, aumenta a compreensão dos processos e resultados, e melhora a retenção na memória. No entanto, não se pode esquecer que a componente lúdico-emocional é apenas facilitadora da aprendizagem, sendo essencial garantir a respetiva componente pedagógica e profissional.

As ações de Team Building são criadas de acordo com estes princípios, certificando a combinação de jogos e atividades inovadores, criativos e inspiracionais, com análises profissionais tecnicamente rigorosas e pedagogicamente eficazes. Em contacto com a natureza e o ar puro.

Aventuresca © 2013 | Programação por Miguel Silva